MotoTablet

A Motorola retornou com sua marca ao segmento de tablets nesta quarta-feira, 12, com o lançamento do Moto Tab G70. De acordo com o GSMA Arena, o último dispositivo lançado com a logomarca foi o Droid Xyboard 8.2 em 2011, quando a companhia começava a navegar no Android.

Para efeito de comparação, o primeiro celular Moto G – série que deu alcance ao usuário que migrava do feature phone para o smartphone – foi lançado em 2013.

Por outra ótica, não é um retorno do grupo Lenovo, controladora da Motorola. Com sua marca principal, a companhia chinesa sempre trouxe ao mercado tablets ao lado de notebooks e PCs, especialmente na Ásia, Europa e Estados Unidos. Inclusive, a companhia lançou um tablet para o mercado brasileiro em 2021, o Tab P11 Plus.

Configuração

Com tela de 11 polegadas com resolução de 2K, o Moto Tab G70 tem: processador MediaTek Helio G90 T, 2 GHz Octa-Core; 4 GB de RAM; 64 GB de espaço; Android 11; entrada USB tipo-C; conexão Wi-Fi (opção com 4G); Bluetooth 5.2; bateria de 7.700 mAh; câmera traseira de 13 MP; câmera frontal de 8 MP.

Disponibilidade

Na cor verde, o tablet da Motorola está disponível no mercado brasileiro a partir de R$ 2,4 mil. A opção com LTE tem o preço sugerido de R$ 2,6 mil. Inicialmente, o gadget pode ser comprado apenas em canais oficiais da Motorola.

Análise

No terceiro trimestre de 2021, o segmento de tablets apresentou uma alta de 230%, com a venda ao mercado brasileiro de 218 mil unidades, de acordo com a IDC. O movimento foi puxado por vendas no B2B e projetos de governos em todas as esferas no segmento de educação e digitalização de suas atividades.

O mercado de tablets ganhou pujança a partir da pandemia de Covid-19, com a necessidade de pais comprarem dispositivos mais parrudos para seus filhos fazerem aulas remotas. E se tornou alternativa para muitos trabalhadores que precisam de um device entre PC e smartphone.

Com isso, o cenário nacional que tinha tablets white label simples de entrada, intermediários, com Positivo e Multilaser, intermediário premium, com Samsung, e premium, com Apple, começa a ganhar novas marcas. Basta lembrar que além de Motorola (e Lenovo), a Xiaomi também entrou neste segmento com o Pad 5 no final de 2021.