BigData Mobile Time

O aplicativo Dados do Bem (Android, iOS) realizou 4 mil testes rápidos do novo coronavírus. O número foi atingido em pouco mais de duas semanas. A informação foi apresentada na live “Mobile Big Data no combate à pandemia”, promovida por Mobile Time na manhã desta quinta-feira, 14, por Fernando Bozza, pesquisador, Instituto D’Or, e chefe do Laboratório de Pesquisa Clínica em Medicina Intensiva do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, da Fiocruz.

Criada pela Zoox Smart Data e pelo Instituto D’Or, a iniciativa consiste em um aplicativo no qual os cidadãos voluntariamente informam os sintomas que estão sentindo e, se forem compatíveis com aqueles da Covid-19, são convidados a realizar o teste de graça. Em uma primeira fase, os testes se limitam a profissionais de saúde e, caso estejam infectados, a pessoas com as quais tiveram contato recente. As informações coletadas estão sendo disponibilizadas ao governo do estado do Rio de Janeiro, para ajudar no monitoramento do avanço da doença e para orientar políticas públicas de combate ao novo coronavírus. Em um mês e meio de atuação, o app registrou 150 mil downloads, sendo 100 mil em um único dia. Atualmente, são 180 mil downloads.

Importante dizer, os testes são oferecidos para menos de 10% dos usuários do app que respondem às perguntas relacionadas aos sintomas. Ou seja, a sua proposta não é fazer testagem em massa, mas obter uma amostra populacional.

Na transmissão, Bozza informou que há conversas em andamento com os governos dos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, e com as prefeituras de São Paulo, Niterói e São Gonçalo para uso dos dados (anonimizados) do app.

Lives

A próxima live do Mobile Time será sobre “A desmaterialização do dinheiro em tempos de pandemia” e contará com representantes do Banco Central, Itaú Unibanco, McAfee, PicPay e TIM Brasil. O debate online acontecerá na próxima quinta-feira, 21, de 9h30 às 11h. Confira mais detalhes e o calendário de lives aqui.