shutterstock 93897601

A Defesa Civil do Estado de São Paulo está usando o serviço de mensagens de alertas meteorológicos para informar à população sobre como se proteger contra o novo coronavírus (Covid-19). Desde o dia 15 de março os cidadãos estão recebendo os torpedos SMS do SP Alerta com sugestões e dicas de prevenção.

Em conversa por telefone com Mobile Time na tarde desta terça-feira, 17, o major da PM paulista Marcelo Vieira dos Santos explicou sobre o uso da ferramenta para alertar os habitantes a respeito de doenças infecciosas pelo comitê estadual que atua na frente do combate ao vírus: “Com o começo do Covid-19 no Brasil, a Defesa Civil está atuando na coordenação das atividades da saúde. E em razão de estarmos no alerta do ministério da Saúde (Emergência de Saúde de Importância Nacional), a Defesa Civil disponibilizou a ferramenta – em parceria com o comitê – na campanha  para a divulgação de dados que ajudem a população a tomar medidas para evitar a proliferação da doença”.

A utilização do sistema foi aprovado pela Secretaria Nacional de Defesa Civil, assim como os textos que são enviados aos usuários. Ao menos dez conteúdos para envio por meio do SMS foram preparados pela Secretaria de Saúde de São Paulo. Neles, a Defesa Civil dá dicas como ‘lave as mãos’, ‘evite abraços ou contato com pessoas’ e alerta sobre os principais sintomas da doença.

DefesaCivil

Imagem do SMS enviado pela Defesa Civil na última segunda-feira, 16, e nesta terça-feira, 17

Eventualmente, o serviço poderá ser usado para informar sobre o isolamento de determinadas regiões que entrarem em quarentena, caso o comitê de combate ao Covid-19 e a Secretaria Nacional de Defesa Civil entenderem como necessário, disse Santos.

Ao todo, o sistema do SP Alerta atinge 2,5 milhões de pessoas a cada mensagem. Diariamente, a Defesa Civil enviará quatro mensagens sem repetição de tema. Não há prazo para terminar a campanha. Mas a ideia é usar amplamente agora, diminuir a quantidade de mensagens com o arrefecimento da doença, e depois voltar à programação normal com apenas mensagens de alerta meteorológico.

O major lembra que o sistema de alertas foi criado em 2016 para alertar sobre riscos de desastres. Isso inclui todas as áreas em que a Defesa Civil atua dentro da Classificação e Codificação Brasileira de Desastres (Cobrade), dos desastres naturais (como a recente pandemia) até casos tecnológicos (radioativos, por exemplo).

O SP Alerta pode ser acionado ao enviar mensagem SMS para o número 40199 com o CEP de interesse. Para cadastrar mais de um CEP, deve ser enviada uma mensagem por vez. O serviço não tem limite de envio de mensagens e não tem cobrança. Vale lembrar, o serviço de alertas por SMS foi criado através da lei 2.986 de 2014, que obriga as operadoras a enviarem alertas sobre riscos de desastres. Desenvolvido junto à Anatel, o serviço é coordenado pela Secretária Nacional de Defesa Civil que libera o uso aos estados.

Dica

Por fim, o major Santos lembra que, em caso de dúvida sobre o novo coronavírus, as pessoas podem acessar o site do Guia de Prevenção Sobre o Coronavírus do governo estadual. Na página há dicas; vídeo explicativo com o médico infectologista e coordenador do comitê de combate à doença, David Uip; e QR Code para baixar arquivos em PDF com informativos sobre a doença.