A Semiconductor Industry Association (SIA) dos Estados Unidos pediu nesta segunda-feira, 17, o fim da disputa comercial de governo Washington com a China. Na visão da SIA, o endurecimento das ações da administração Biden contra o seu rival Xi Jinping pode causar incertezas no mercado e os chineses podem retaliar, limitando ainda mais o acesso das empresas dos EUA aos semicondutores produzidos na Ásia.

A associação reconhece que a Lei dos Chips ajuda a fortalecer a indústria de semicondutores, mas reforça que ações contínuas, ambíguas e unilaterais de restrição de acesso à tecnologia chinesa podem minar os impactos positivos das duas leis.

A SIA pede ainda que os governos da China e dos EUA diminuam as tensões e resolvam os problemas no diálogo, antes que a indústria e especialistas comecem a calcular os efeitos das restrições.

Recordando

A disputa comercial entre China e EUA vem desde a administração anterior da Casa Branca, do ex-presidente republicano Donald Trump. Mesmo com a mudança em 2020 de presidente e partido a disputa seguiu, em especial pela polarização e a guinada dos democratas de centro para a direita, passando a defender bandeiras mais republicanas, como os interesses nacionais contra o avanço da tecnologia chinesa de semicondutores e equipamentos de rede.