Metade dos brasileiros que usam smartphone, ou 49% para ser preciso, desconhecem a existência da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). 42% dizem que já ouviram falar na LGPD mas não a conhecem a fundo. E 9% afirmam que conhecem bem a nova lei. Os dados fazem parte da nova pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre uso de senhas e biometria, cujo relatório será lançado durante o Mobi-ID, seminário que acontecerá no dia 25 de novembro, no WTC, em São Paulo.

A pergunta foi formulada da seguinte forma: “Você sabia que em agosto do ano que vem entrará em vigor uma nova lei, chamada Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), que garantirá aos brasileiros uma série de direitos sobre seus dados pessoais que são coletados e armazenados por empresas?”. Foram entrevistados 2.297 brasileiros que acessam a Internet e possuem smartphone. As entrevistas foram feitas on-line entre 23 de outubro e 1 de novembro de 2019. A margem de erro é de 2 pontos percentuais e o grau de confiança, de 95%.

A pesquisa mede também a confiança dos brasileiros quanto à gestão de seus dados pessoais por diferentes segmentos de empresas e instituições. Foi pedido que os entrevistados dessem uma nota de 1 a 5 sobre o seu grau de confiança de que o tratamento de suas informações é feita de forma correta, evitando que sejam repassadas para terceiros sem o seu consentimento. Os bancos são o segmento no qual os brasileiros mais confiam que seus dados são bem geridos: 60% deram notas 4 ou 5 para eles. Trata-se do único segmento a superar a marca de 50% na soma dessas duas notas positivas.

Por sua vez, as redes sociais são o segmento do qual os brasileiros mais desconfiam quanto à gestão de seus dados pessoais, reflexo, provavelmente, dos recentes escândalos de vazamento de dados e do próprio modelo de negócios desse serviço, amparado na publicidade personalizada. 36% dos entrevistados deram notas 1 e 2 para as redes sociais. A pesquisa mediu ainda a opinião dos brasileiros quanto ao tratamento de dados pessoais realizado por operadoras de telecomunicações, governos e distribuidoras de energia.

Mais resultados da pesquisa serão apresentados pelo COO da Opinion Box, Felipe Schepers, em palestra durante o Mobi-ID. E a gestão de identidades na LGPD será tema de palestra de Rafael Pellon, advogado especializado em direito digital e sócio do escritório Pellon de Lima. O evento contará ainda com painéis sobre os diferentes meios de autenticação a serviços digitais e sobre os desafios da tecnologia de reconhecimento facial, além de palestras sobre criptografia na era da computação quântica e apresentação de cases como o de uso da biometria nas eleições pelo TSE; a adoção de biometria vocal pela Vivo; e a aplicação do reconhecimento facial na segurança pública pela Polícia Militar do Rio de Janeiro. A programação completa e mais informações estão disponíveis em www.mobi-id.com.br, ou pelo telefone 11-3138-4619, ou pelo email eventos@mobiletime.com.br.