A Prospera Saúde ampliou recentemente a quantidade de mensurações em sua aplicação de Telemetria Facial (feita com a cãmera de selfie do handset) e busca avançar para novos segmentos, como acompanhamento do médico em tempo real e totens de autoatendimento para agilizar aferições em triagem de hospitais, clínicas e empresas.

App

Exemplo do Telemetria de Saúde em captura (reprodução: Prospera Saúde)

Antes com nove formas de medir a saúde da pessoa com a câmera frontal do celular, o app Telemetria Facial passa a ter 31 formas de aferição para o seu usuário.

Entre as novas funções estão:

  • Arritmia Cardíaca;
  • Carga Cardíaca;
  • Níveis de ansiedade e depressão.

A partir da atualização feita no último dia 15 de março, as mensurações ficam divididas em dois grupos: o primeiro é o de bem-estar (sinais vitais, dados fisiológicos, dados mentais e físicos) e o outro envolve a parte mais técnica da saúde (biomarcadores, riscos gerais e risco metabólicos).

O app também passa a ter três novas categorias: riscos gerais, que analisa a possibilidade de AVC e outras doenças cardiorrespiratórias; riscos metabólicos, como análise de hipertensão e diabetes; e biomarcadores sanguíneos, como o nível de glicose no sangue em jejum.

Além das atualizações na aplicação, o painel de informações da Telemetria Facial passa a receber informações sobre o resultado dos testes de um grupo específico. Vale dizer, o app está em nuvem da Oracle e por ter como base a tecnologia da Nuralogix (criadora da Telemetria Facial) não há armazenamento de dados em seu backlog.

Novos modelos de negócios

Com uso de Imagem Óptica Transdérmica, a câmera checa a saúde do paciente analisando o fluxo sanguíneo do rosto da pessoa.

A Telemetria Facial deve ganhar novos modelos de negócios neste ano com um totem do serviço para ser usado em hospitais, clínicas e eventos, para, por exemplo, a realização de triagem.

Outro formato é o de monitoramento contínuo durante a telemedicina, ou seja, o médico acompanha as informações durante a consulta online e em tempo real. Atualmente, o médico tem acesso apenas quando o paciente compartilha um relatório via PDF. Em troca de e-mail com Mobile Time, Bernardo Giacometti, sócio da Prospera Saúde, explicou que os médicos que testaram a solução querem acessá-la durante as consultas.

Disponibilidade

Totem de autoatendimento com Telemetria de Saúde (Divulgação: Prospera Saúde)

Monitoramento da Telemetria da Saúde com médio em tempo real (divulgação: Prospera Saúde)

Giacometti informou que o totem com a Telemetria Facial deve ser disponibilizada para associados de um clube em breve. Por sua vez, o monitoramento contínuo da aplicação deve ser lançado em maio. Ainda vale dizer que outra solução da empresa, as cabines de atendimento, tem um processo mais lento de vendas, uma vez que depende bastante de RFPs dos contratantes.

Ilustração no alto: Nik Neves