20190828 112322

A Jovem Pan lançará o seu serviço de streaming, batizado como Panflix, até o começo de outubro com aplicativos para iOS, Android, Apple TV e TVs Sony. De acordo com Roberto Alves de Araújo, CEO da empresa de mídia, a plataforma terá conteúdos da rádio e vídeos embarcados dos canais da companhia no YouTube, além de ser gratuita no início.

Como parte da estratégia do OTT da Pan, a empresa lançará quatro estúdios novos no mês de setembro, e deve reformular para um formato mais próximo do vídeo alguns programas de destaque da casa, como o Jornal da Manhã e o Programa Pânico.

Para o futuro, Araújo afirmou que oferecerá um conteúdo exclusivo, porém pago, a partir do começo de 2020 dentro do Panflix: “O Panflix nasce aberto (e gratuito). Terá tudo dos nossos canais YouTube, mas, com o tempo, teremos conteúdo pago, que não estará mais ligado ao Google”.

Dados

Em conversa com Mobile Time após a apresentação do OTT no evento SET Expo, em São Paulo, Araújo compartilhou alguns dados de desenvolvimento da Jovem Pan nas mídias que atua. O CEO disse que o mobile é vital para a estratégia da empresa, uma vez que 70% dos seus usuários consomem conteúdo por dispositivos móveis atualmente. Disse ainda que vê potencial nas Smart TVs, que somam hoje 10% do consumo.

Especificamente sobre a estratégia por segmento, o executivo destacou o desenvolvimento em transmissões ao vivo do futebol. Um exemplo foi a semifinal entre Corinthians x Santos pelo Campeonato Paulista de 2019 que possui mais de 2,7 milhões de visualizações.

O CEO da Jovem Pan também destacou o uso da opinião em programas jornalísticos. Com esses conteúdos, a rádio obteve 60% mais de visualizações e 90% mais engajamento dos usuários, quando comparado às notícias e fatos relevantes do dia a dia (“hard news”, no jargão do jornalismo).