Em um cenário em que as cidades estão cada vez mais conectadas, sistemas, equipamentos e pessoas precisam estar interligados, trabalhando de forma cooperativa, com uma troca de informações rápida e eficiente. Essas informações provêm de diversas fontes, como iluminação pública, bicicletas compartilhadas, transporte público, tráfego de automóveis e muitas outras.

Para agentes de segurança, uma das principais frentes de análise é justamente o monitoramento de veículos, pois eles podem servir ao deslocamento de contrabando e de bandidos. Nesse aspecto, as soluções de monitoramento veicular surgem como uma excelente ferramenta, principalmente quando empregam novas tecnologias para facilitar o registro, a identificação e a obtenção de informações a respeito desses veículos.

Alguns sistemas que detectam e identificam placas veiculares, por exemplo, realizam uma série de análises estatísticas e até comportamentais. A base do desenvolvimento está na captura e no processamento de imagens, que consiste na identificação de caracteres por meio de softwares que utilizam técnicas de machine learning e inteligência artificial.

São soluções reais aos problemas do dia a dia que, com o apoio das áreas de pesquisa, desenvolvimento e inovação, transformam a realidade diante de uma frota de veículos que cresce cada vez mais, apoiando e facilitando o trabalho de fiscalização, monitoramento e inteligência policial.

Essas soluções podem enviar as informações encontradas – ou seja, os elementos das placas dos veículos e sua sintaxe – para um sistema de retaguarda, que devolve as informações como marca, modelo, cor, restrições de circulação, entre outras. Com ele, a polícia pode identificar carros roubados, por exemplo.

Tudo isso pode ser feito no próprio celular, com informações precisas e em tempo real e alto índice de assertividade na leitura automática das placas dos veículos. Em poucos cliques tudo está na palma da mão, graças a sistemas inteligentes.

Existe uma outra solução disponível no mercado capaz de reconhecer placas de veículos durante o deslocamento das forças policiais, por exemplo, em rondas das viaturas. É possível realizar a leitura das placas dos veículos situados nas vias pelas quais as viaturas passam. Imediatamente, é possível saber se os veículos das proximidades são alvo de mandados de busca e apreensão, se possuem licenciamento em aberto e até mesmo se o veículo faz parte de alguma investigação maior.

Ao identificar um carro roubado ou outras irregularidades, o sistema dá o alerta. Funciona como um carro inteligente, o que amplia a eficiência policial por meio da leitura continuada das placas.