O Zoom pretende abrir um escritório no Brasil. O objetivo, inicialmente, será contratar pessoas para cuidar do suporte aos clientes brasileiros, informou o líder de marketing internacional e parcerias da companhia, Derek Pando, em entrevista para Mobile Time. Porém, ainda não foi definida uma data para a abertura do novo escritório, nem a quantidade exata de vagas que serão abertas. A empresa tem hoje quase 3 mil funcionários ao redor do mundo.

O Zoom registrou um crescimento vertiginoso desde o começo da quarentena, por conta do aumento de videochamadas para reuniões de negócios, telemedicina, educação e diversas outras finalidades. Em dezembro de 2019, o número máximo de participantes de videoconferências no Zoom em um único dia havia sido de 10 milhões de pessoas. Cinco meses depois, em abril de 2020, o número máximo em um dia foi de 300 milhões, ou seja, um crescimento de trinta vezes.

Derek Pando Zoom

“Da noite para o dia viramos o departamento de TI do mundo inteiro”, diz Derek Pando, líder de marketing internacional e de parcerias do Zoom

“Da noite para o dia viramos o departamento de TI do mundo inteiro”, compara o executivo. Ele acredita que o boom em torno das videochamadas veio para ficar, mesmo depois de passada a pandemia. “Quem está trabalhando em casa percebe que pode evitar o trânsito e que pode passar mais tempo com a família. Tem gente que não vai querer voltar ao que era antes. Mesmo quando os escritórios reabrirem, haverá um modelo híbrido, com o escritório funcionando metade do dia, ou com metade dos funcionários”, prevê.

O sucesso no Brasil foi constatado pela mais recente pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre uso de apps no Brasil. A pesquisa verificou que 88% dos brasileiros com smartphone já realizaram videochamadas através do aparelho. Quando perguntado ao brasileiro qual app usa com mais frequência para videochamadas atualmente, o Zoom aparece em segundo lugar, citado por 8%, atrás apenas do WhatsApp, que lidera a preferência nacional, mencionado por 80% dos entrevistados. Além disso, o Zoom apareceu pela primeira vez no radar de popularidade de apps elaborado por Mobile Time/Opinion Box como um dos aplicativos mais presentes na homescreen do smartphone brasileiro.