Z3

Capa da pesquisa (Crédito: Divulgação)

Uma nova forma de pagamento surgiu no Brasil este ano, oferecida por algumas fintechs e bancos digitais: o pagamento com Pix parcelado no cartão de crédito. Ela permite que o cliente faça um pagamento a um lojista por Pix, à vista, mas em vez de ser descontado do saldo na sua conta, a cobrança é feita posteriormente em parcelas em seu cartão de crédito pela instituição financeira que oferece o serviço. Trata-se de uma forma de obter os benefícios oferecidos pelo lojista para o pagamento à vista, como um desconto no valor da mercadoria, mas pagar parcelado no cartão. De acordo com a nova pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box sobre pagamentos móveis e comércio móvel, 30% dos brasileiros com smartphone já experimentaram o Pix parcelado no cartão de crédito. 

O hábito é mais comum entre jovens de 16 a 29 anos (39%), o que pode ser explicado pela sua renda mensal menor. No grupo de 30 a 49 anos, 30% já fizeram Pix parcelado no cartão, e entre aqueles com 50 anos ou mais, apenas 18%. Há também uma diferença significativa por classe social: enquanto 32% dos brasileiros com smartphone das classes C, D e E já pagaram com Pix parcelado no cartão, apenas 22% daqueles nas classes A e B fizeram o mesmo. Não há diferença entre homens e mulheres.

A maioria dos consumidores que recorrem ao Pix parcelado no cartão o fazem para pagamentos abaixo de R$ 500: 74%. Apenas 18% costumam usar esse recurso para compras entre R$ 500 e R$ 999 e 8%, acima de R$ 1 mil.

A pesquisa entrevistou entre os dias 18 e 24 de agosto 2.085 brasileiros que possuem smartphone. Com validade estatística nacional, a pesquisa respeita as proporções por gênero, faixa etária, classe social e distribuição geográfica do universo de internautas brasileiros. A margem de erro é de 2,1 pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%. O relatório completo pode ser baixado em português e em inglês neste link.