Ao redor do mundo, a tecnologia móvel está sendo utilizada no combate à pandemia do novo coronavírus por meio de diversas iniciativas envolvendo operadoras celulares, gigantes da Internet e startups variadas em aliança com governos e autoridades de saúde. Mobile Time reunirá em uma live na próxima quinta-feira, 14 de maio, representantes de algumas dessas iniciativas no Brasil e no mundo para relatarem como foi o processo de construção de tais projetos, como os dados estão sendo utilizados e quais serão os próximos passos.

Batizado como “Mobile big data no combate à pandemia”, o debate online contará com as participações de André Ferraz, CEO da In Loco; Fernando Bozza, pesquisador do Instituto D’or e chefe do Laboratório de Pesquisa Clínica em Medicina Intensiva do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas, da Fiocruz; Marcos Ferrari, presidente do SindiTelebrasil; e Pedro Palhares, country manager da Moovit. A moderação ficará a cargo de Fernando Paiva, editor do Mobile Time.

A In Loco foi uma das primeiras empresas no Brasil a adaptarem seus produtos para auxiliar os governantes na luta contra o novo coronavírus, criando um painel na web que mede o grau de isolamento social por estado da federação diariamente. Para tanto, ela utiliza sua tecnologia proprietária de localização, capaz de inferir se uma pessoa está dentro de casa. Essa tecnologia está presente em diversos aplicativos instalados em dezenas de milhões de smartphones no País.

Por sua vez, a Moovit, que recentemente foi vendida para a Intel por US$ 900 milhões, também construiu um painel online mas que compara diariamente a queda no uso de transporte público pós-pandemia em dezenas de cidades ao redor do mundo, incluindo várias metrópoles brasileiras onde o app atua.

O SindiTelebrasil representa as operadoras móveis nacionais, que se uniram para disponibilizar aos governos federal, estaduais e municipais um painel na web atualizado diariamente com um índice de isolamento social calculado com dados oriundos de suas redes celulares.

Por fim, o Instituto D’Or, em parceria com a startup Zoox e o governo do estado do Rio de Janeiro, desenvolveu o aplicativo Dados do Bem, cujo objetivo é mapear o avanço da Covid-19 a partir de informações prestadas pelos cidadãos. Bozza é um dos pesquisadores responsáveis pelo projeto.

Calendário

Esta é a primeira live de uma série que Mobile Time fará semanalmente, ao longo dos próximos meses.  Para mais informações e compra de ingressos: eventos@mobiletime.com.br / 11-96619-5888 / 11-3138-4619 (WhatsApp).