w3w Airbnb Web Carousel 1920x667 16x9 1

O Airbnb (Android, iOS) voltou a crescer em agendamentos globais e nos Estados Unidos, entre 17 de maio a 3 de junho deste ano, se comparado com o mesmo período em 2019. Em entrevista à Bloomberg, o CEO da companhia, Brian Chesky, confirmou o aumento das locações em países que tiveram boas performances durante a crise do novo coronavírus, como Alemanha, Portugal e Nova Zelândia.

Outro dado interessante do ‘novo normal’ para a empresa de hospedagens domésticas é um aumento de 50% para agendamentos em locais a 322 quilômetros do lugar de partida dos usuários. Com o resultado, Chesky vê seus usuários indo para locais mais próximos ao trocar as viagens de avião por curtas de carro, e cidades grandes por pequenas.

Vale lembrar, em decorrência da crise pandêmica, a companhia cortou recentemente 25% de seu time, pegou US$ 1 bilhão de empréstimo com firmas de equity privado e obteve mais US$ 1 bilhão em uma oferta de notas de crédito. No Brasil, o Airbnb viu um aumento de 24% das hospedagens de período mais longo em março, principalmente por idosos, famílias e estudantes universitários.

Em relação à IPO do Airbnb, que foi adiada de 31 de março deste ano para uma data a ser definida, Chesky não descarta ofertar suas ações ainda este ano. No entanto, o CEO não quer se comprometer com uma nova data.