JunoA fintech Juno (Android, iOS), ex-Boleto Bancário.com, tornou-se uma instituição de pagamentos. A empresa fez o pedido em março do ano passado, depois que chegou à marca de R$ 500 milhões transacionados em 12 meses. A autorização dada pelo Departamento de Organização do Sistema Financeiro do Banco Central veio em nove meses, três a menos do prazo máximo estabelecido pela instituição. A partir de agora o BC passa a atuar como fiscalizador da instituição de pagamento.

Cartao Juno

Recentemente, a Juno lançou duas funcionalidades chanceladas pelo Banco Central: o cartão pré-pago, da bandeira Visa, e a transferência entre contas. A fintech também oferece formas de cobranças via boleto bancário, tanto para pessoa física como pessoa jurídica.

A Juno informou que em 2019 dobrou de tamanho e, para este ano, a previsão é triplicar o resultado.