blog post header revised

A Emtek confirmou nesta quinta-feira, 18, que descontinuará seu serviço de mensagens BBM. De acordo com o site da então parceira da BlackBerry, criadora do mensageiro, a aplicação de conversas instantâneas deixará de funcionar a partir do dia 31 de maio deste ano. Como motivo para o fim do serviço, a companhia alegou que o mercado de mensageria é muito volátil e competitivo.

“Desde 2016, nós tentamos o nosso melhor para competir neste mercado e lançar muitos novos recursos e conteúdos que esperávamos que crescessem na base de usuários do BBM. Mas o efeito de rede dos líderes de mercado está cada vez mais forte e estamos sendo eliminados das preferências dos usuários”, explicou a companhia que tem sede na Indonésia.

Em nota, o CMO da Blackberry, Mark Wilson, disse que respeita a decisão da Emtek, mas que ficou desapontado pela plataforma não atingir o crescimento esperado em três anos. E frisou que, após muita consideração, sua companhia decidiu manter o BBM ativo para usuários comuns através do BBM Enterprise (Android, iOS) ou BBMe. Até então, esta versão do aplicativo era usada apenas no ambiente corporativo.

Entre os diferenciais do app estão: comunicação com criptografia de ponta a ponta; chamadas em voz e vídeo; conversas em chat e opção de enviar mensagens com tempo de expiração para uma pessoa, envio de arquivos, mensagens de voz e localização; e a possibilidade de instalar a aplicação em cinco dispositivos simultaneamente, pois não precisa de número de telefone, apenas um e-mail para cadastro.

Com a alteração, o app será ofertado grátis por um ano e depois US$ 2,49 por seis meses por meio das lojas do Google e da Apple. Wilson enfatizou que a continuidade do serviço não é por razões contratuais, mas por respeito aos seus usuários.

Entenda

O BBM é um dos apps de mensageria mais antigos existentes. Criado em 2005, a aplicação vinha embarcada nos smartphones da Blackberry. Após a companhia perder espaço no mercado de celulares, o app foi licenciado para a Emtek em 2016, que passou a cuidar de sua operação. O intuito deste arrendamento foi captar dinheiro para a Blackberry sair do negócio de handsets e entrar no multibilionário setor de segurança de software.