O aplicativo Venuxx (Android, iOS), que oferece um serviço de transporte com carros particulares só para passageiras e motoristas mulheres, vai realizar reconhecimento facial a cada solicitação de corrida. A biometria a partir da foto das passageiras já é adotada desde abril no cadastro de novas usuárias na versão para iOS e agora vai começar a ser aplicada na utilização do serviço, verificando se quem pede um carro é a mesma pessoa originalmente cadastrada. A autenticação será feita pela câmera do smartphone, de maneira automática pelo app, enquanto a passageira procede com o pedido de uma corrida. O sucesso de verificação será informado em uma tela de pop-up para a usuária. Trata-se de uma maneira de garantir mais segurança para as 7,5 mil motoristas que utilizam o Venuxx.

A novidade já está rodando com um grupo beta de usuárias com iOS e deve ser lançada para toda a base, inclusive aquelas com Android, nas próximas semanas. Se em um primeiro momento, eventualmente, a solução negar o acesso por entender que não se trata da pessoa verdadeira, são feitas novas tentativas de verificação, porque a iluminação do local ou a qualidade da câmera podem afetar o processo. Também é utilizada inteligência artificial analisando, por exemplo, se é uma corrida que aquela pessoa costuma fazer rotineiramente (do mesmo local para o mesmo destino no mesmo dia da semana e/ou horário, por exemplo). Nos testes até agora não houve nenhum falso negativo.

“Nosso público é sensível à questão de segurança. Adotamos reconhecimento facial pela necessidade de ter essa feature de segurança. O botão de SOS em situação de emergência e a opção de compartilhamento de rotas são outras funcionalidades que nossas usuárias demandavam”, relata Diogo Della Gomes, cofundador e CEO da Venuxx.

A primeira fase do projeto, com o reconhecimento facial no cadastro de usuárias, tem gerado bons resultados. “Vemos tentativas de fraude o tempo todo. Tem gente tentando tirar foto de foto, ou pegando foto da Internet, ou tirando foto só com metade do rosto. E antes dessa ferramenta não tínhamos noção disso”, relata o CEO. A proporção de tentativas de fraude no cadastro vem caindo semana a semana. Chegou a ser de 5% a 7% e agora está abaixo de 1%, diz o executivo.

Por sua vez, as fraudes na solicitação de corridas giravam em torno de 1% a 2% do total, chegando a um pico de 3% antes da adoção do reconhecimento facial no cadastro. Agora está em 0,5% e Gomes espera que chegue a zero com a utilização da biometria na solicitação de cada corrida.

O reconhecimento facial não é utilizado para as motoristas porque o processo de cadastro delas já é bastante rigoroso e manual, explica o executivo.

Mobi-ID

A COO do Venuxx, Gabrielle Jaquier, participará de painel sobre os desafios do reconhecimento facial no Mobi-ID, seminário sobre autenticação e identificação digitais, que acontecerá no dia 25 de novembro, no WTC, em São Paulo, com organização do Mobile Time. A agenda atualizada e mais informações estão disponíveis em www.mobi-id.com.br, ou pelo telefone 11-3138-4619, ou pelo email eventos@mobiletime.com.br.