category 1

Sede da Asus em Taiwan

A Nichia, empresa japonesa especializada em equipamentos de iluminação, entrou com um ação judicial contra a Asus do Brasil junto à Justiça de São Paulo. O motivo da ação é o uso indevido de uma de suas patentes de LED em smartphones da fabricante taiwanesa.

Em nota, a companhia japonesa explicou que a patente brasileira PI9710792-1 foi usada de forma inapropriada pela Asus nos smartphones Zenfone 3, Zenfone 3 Max, Zenfone 3 Zoom e Zenfone Max Pro M1. E ressaltou que busca “medidas inibitória e indenizatória” pelo uso de sua tecnologia.

“A Nichia visa proteger suas patentes e outros direitos de propriedade intelectual e toma medidas contra alegados infratores em qualquer país onde adequado e necessário”, informou a empresa.

Procurada por Mobile Time, a Asus informou que “não foi oficialmente citada”, portanto não poderá se manifestar em relação ao assunto. Contudo, o site de notícias taiwanês Digitimes informou que a Asustek – controladora da Asus do Brasil – discutirá com seus fornecedores como lidar com o litígio.

Importante dizer que, entre os smartphones citados no processo, o Max Pro M1 é o único em comercialização no Brasil no momento.