O COO do will Bank (Android, iOS), Alexandre Munhoz, afirmou que espera adicionar 2 milhões de novas contas ao final de 2023. O executivo abordou o crescimento da fintech durante FID23, evento organizado pelo site Finsiders nesta terça-feira, 30. Atualmente, a companhia conta com 4 milhões de clientes, sendo que desses, 1 milhão de usuários tiveram acesso ao cartão de crédito pela primeira vez. Munhoz explicou que a estratégia de sua empresa é a oferta de crédito como direito básico do cidadão e os serviços financeiros como forma de responsabilizar e empoderar os clientes.

O COO afirmou que os 4 milhões de clientes do will Bank que abrem a conta têm acesso ao cartão de crédito. Ainda assim, Munhoz enfatizou a necessidade do serviço certo para o cliente, uma vez que 70% deles usam o cartão para abastecerem seus pequenos negócios.

Como ferramenta para resolver essa questão, a fintech lançou recentemente a solução de empréstimo pessoal Empresta Aí.

Munhoz também revelou que a companhia está com nível de inadimplência similar aos anos de pré-pandemia. Isso acontece pela empresa focar em entender o consumidor, com times especializados e ter uma estratégia de crédito clara para o seu consumidor.

Pix

IMG 1603

Alexandre Munhoz, COO do will Bank (crédito: Henrique Medeiros/ Mobile Time)

Além do crédito, o will Bank também traçou estratégias para melhorar o uso da conta digital através do Pix. Antes do arranjo de pagamentos instantâneos, a quantidade de clientes que usavam a conta era próximo de 20%, e a maioria (80%) usava mais o cartão de crédito. Com o Pix, o will bank terminou o ano de 2022 com 85% de clientes usando a conta e uma movimentação mensal de R$ 2,5 bilhões.