14 investimento

A Xiaomi e a Microsoft movimentaram o mercado financeiro com notas de créditos nesta quinta-feira, 8. A fabricante dos smartphones Redmi obteve US$ 1,2 bilhão em notas de crédito. Enquanto isso, a desenvolvedora do Windows anunciou um resgate de suas notas com vencimento em 6 de dezembro deste ano no valor de 1,7 bilhão de euros.

A operação contou com duas ofertas: uma de US$ 789 milhões até 2031 com 2,8% de taxa de juro anual; e outra de US$ 400 milhões com juros anuais de 4,1% até 2051. Os juros das notas de crédito contam a partir de janeiro de 2022. O montante será usado para “financiar ou refinanciar” projetos internos, segundo informa a Xiaomi junto à bolsa de Hong Kong.

Por sua vez, a Microsoft confirmou junto à SEC que fará o resgate de todas as notas em circulação de 2,125% até 6 de setembro de 2021. As notas serão pagas com 100% dos juros do valor principal e juros vencidos e não pagos.