shutterstock 1177723432

O SoftBank prepara uma rodada de demissão de 15% do seu time do fundo de investimento Vision Fund e em seu braço internacional, o SoftBank Group International. Fontes próximas ao tema confirmaram à Bloomberg que os cortes respondem por aproximadamente 15% do total de funcionários do fundo.

A expectativa é de um corte de 80 das 500 posições no Vision Fund, que é dirigido por Rajeev Misra. E no SoftBank Group International, de Marcelo Claure, esperam-se 26 demissões dos 230 postos. A companhia passa por uma momento de reestruturação de seus negócios com parte da venda de seus ativos e recompra de ações, após registrar um prejuízo de US$ 18 bilhões com o Vision Fund.

Vale lembrar, a divisão internacional do SoftBank é a responsável pelos aportes que transformaram muitas das empresas digitais latino-americanas em unicórnios no último ano, como Rappi e Loggi. À Bloomberg, o SoftBank não quis comentar as informações.

No Brasil, o banco de investimentos foi procurado por Mobile Time para entender se as demissões chegarão à operação latino-americana e se eventualmente afetarão os aportes na região. Assim como a resposta dada ao veículo internacional, a empresa disse que não comenta o assunto.