RiR22

Rock in Rio 2022 (Foto: Fernando Paiva/Mobile Time)

A TIM registrou um tráfego móvel de 133 TB em sua rede no Rock in Rio durante a realização do festival neste ano. Desse total, 30% foram para o upload de fotos e vídeos, informa a companhia. E 20% trafegaram em sua rede 5G, o dobro do esperado originalmente.

A TIM instalou 35 antenas no local do evento, sendo 25 delas habilitadas para o 5G. A velocidade média em aparelhos de quinta geração durante o festival na rede da TIM foi de 300 Mbps, atingindo picos acima de 1 Gbps.

Os 133 TB de tráfego seriam suficientes para se assistir a vídeos no YouTube durante 45 anos e sete meses sem parar, calcula a operadora. O show com maior tráfego foi o do cantor Justin Bieber.