A gestão de identidades com a entrada em vigor da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD), a evolução da criptografia para resistir aos computadores quânticos, a autenticação de objetos conectados na era da Internet das Coisas, e o uso da localização como instrumento de identificação serão alguns dos temas abordados por especialistas durante o Mobi-ID, seminário sobre identificação e autenticação digitais organizado por Mobile Time e que acontecerá no dia 25 de novembro, no WTC, em São Paulo.

O advogado Rafael Pellon, especializado em direito digital, falará sobre o impacto da LGPD no tratamento de dados biométricos. O diretor de cibersegurança da IBM Brasil, João Rocha, e o arquiteto de pré-vendas de soluções de cibersegurança da mesma empresa, Marcio Bassetto, vão discutir o futuro da criptografia com o advento dos computadores quânticos. A arquiteta de soluções do Centro de Inovação da Cisco Ana Lucia de Faria abordará a autenticação em IoT. E o CTO da In Logo, Alan Gomes, explicará como a localização pode ser utilizada como instrumento de identificação. Além disso, o COO da Opinion Box, Felipe Schepers, apresentará os resultados da nova pesquisa sobre uso de biometria no Brasil, realizada em parceria com Mobile Time.

O evento contará ainda com painéis sobre os desafios do reconhecimento facial e sobre os diversos meios de autenticação digital, desde o uso de senhas e tokens, até biometria e certificados digitais, com a participação de executivos da Huawei, NEC, Thales Gemalto, Sky, Visa, PicPay, Dinamo Networks, LogMeIn, Acesso Digital, ITI e Venuxx. 

Por fim, haverá apresentação de cases de sucesso implementados no Brasil por representantes da Vivo, TSE, prefeitura de São Paulo e Polícia Militar do Rio de Janeiro.

A programação atualizada e mais informações sobre o evento estão disponíveis em www.mobi-id.com.br, ou pelo telefone 11-3138-4619, ou pelo email eventos@mobiletime.com.br.