20191121 125432 e1574374583472

A sinergia entre Magazine Luiza e Netshoes começa a influenciar na prática suas operações. Durante conversa com jornalistas nesta quinta-feira, 21, Márcio Chammas, diretor executivo de logística e supply chain da Netshoes, explicou que as companhias têm parceria em ações de logística e omnichannel.

Embora a varejista de moda e esportes siga independente da Magalu, a Netshoes possui parceria para compra online com retirada dentro de 48 horas em 25 lojas físicas do Magazine Luiza. Além disso, Chammas confirmou que usa a startup de logística Logbee, comprada pela empresa de Luiza e Frederico Trajano em dezembro de 2018.

“A logística deles é forte. Nesta sinergia, nós queremos usufruir da malha do Magalu. É o caso da Logbee, que atua com logística de entrega em última milha (last mile, no original em inglês)”, disse o executivo. “Nós começamos a perceber que isso também gera tráfego na loja. E isso colabora para a estratégia agressiva de vendas que ambas (Magalu e Netshoes) têm”.

Digital

Na conversa, Chammas explicou como ficará a Netshoes dentro da estratégia do Magazine Luiza. O executivo disse que as vendas do Magalu no e-commerce chegaram a 50% no segundo trimestre, e que assim como noticiado ao mercado, a expectativa é que o digital vire o carro-chefe da varejista até o final de 2019.

Aliás, esse foi um dos motivos para a compra da Netshoes por US$ 115 milhões em junho deste ano, uma varejista que possui marcas como Shoestock e Zattini, como explicou o diretor de supply chain: “Enxergo que vamos crescer com eles na estratégia de recorrência de compra. Essa foi a ideia deles a fazer uma proposta de compra do líder do varejo online de esportes”, afirmou.

“Eles querem fazer o Magalu As A Service (ou seja, um super-app). Trazer serviços para a pessoa ficar mais tempo dentro do aplicativo. Quanto mais ela tem o cliente mais ele gasta. Dentro disso, a Netshoes seguirá junto, ao crescer e manter a marca viva”, completou Chammas.