5 Smartphones

(Ilustração: Cecília Marins)

Um relatório da Omdia divulgado nesta sexta-feira, 29, mostra que o mercado global de smartphones registrou uma queda de 3% no envio de peças no segundo trimestre deste ano em comparação com o mesmo período de 2021, caindo de 303 milhões para 294 milhões de unidades. De acordo com Jusy Hong, gerente sênior de pesquisa da empresa, o resultado ocorre principalmente pelo recuo das remessas de handsets fabricados na China.

Xiaomi, Vivo, OPPO e Huawei tiveram quedas de dois dígitos no período.

Ainda assim, entre as chinesas, os destaques positivos foram:

– O crescimento de três dígitos de Honor, marca vendida pela Huawei para Shenzen Zhixin em 2020;

– O incremento de duplo dígito da Tecno Mobile, marca da Transsion, a controladora da Infinix que tem parceria com a Positivo no Brasil.

Outro destaque do estudo mostra a liderança de Samsung e Apple no âmbito global, os únicos entre os cinco principais fabricantes que tiveram alta nos envios. A análise da Omdia afirma que as duas companhias tiveram boas remessas em handsets da gama mais alta de preços; mas também destaca os envios da linha Galaxy A, da faixa de preço intermediária da Samsung.

A Motorola também apresenta um bom resultado na análise. A companhia da Lenovo alcançou a oitava posição, após preencher o espaço no mercado mobile deixado pela LG

Confira a tabela completa abaixo:

Resultados de envios de celulares feito pela Omdia no segundo trimestre de 2022

Dados de envios de celulares no segundo trimestre de 2022 comparado com o mesmo período um ano antes (Fonte: Omdia)

Para o segundo semestre de 2022, Hong acredita que o cenário deve continuar em queda com a mudança de estratégia de muitos fabricantes: “Para a segunda metade do ano, devido aos fatores negativos do recuo na economia global, inflação e o dólar forte, as metas de remessas das OEMs neste ano devem ser revisadas para baixo”, disse.

“A maioria dos fabricantes estão reduzindo rapidamente a compra de insumos importantes, pois estão com receio da baixa demanda no segundo semestre – não apenas aqueles que estavam com grandes estoques no primeiro semestre. No geral, o envio total de smartphones neste ano deve ficar abaixo do esperado”, completou sem revelar de quanto seria o recuo.